sábado, novembro 28

“Conseguiram seu George Floyd”, diz Eduardo Bolsonaro sobre caso João Alberto

O deputado federal e filho 03 do presidente da República, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), disse neste sábado (21.nov.2020) que a esquerda brasileira conseguiu “seu George Floyd”.

A declaração do deputado fez referência à morte de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, conhecido pelos amigos como Beto. Ele foi espancado e morto em uma loja do Carrefour em Porto Alegre (RS) na noite de 5ª feira (19.nov), véspera do Dia da Consciência Negra.

“Conseguiram seu George Floyd para, sob pretexto de combater o racismo, de maneira organizada destruir tudo até talvez conseguirem nova constituinte”, disse em publicação na sua conta oficial no Twitter. Eduardo registrou “repúdio ao espancamento fatal”.

Continua depois da publicidade

Floyd, a quem o deputado se refere, morreu em 25 de maio depois de ser detido por suspeita de ter tentado pagar uma compra com uma nota falsa de 20 dólares em 1 supermercado nos Estados Unidos.

Imagens de celular gravadas por uma testemunha mostram Floyd deitado ao lado da roda traseira de 1 veículo, com o policial Derek Chauvin prendendo-o ao asfalto, pressionando com seu joelho o seu pescoço.

A vítima pôde ser ouvida gemendo repetidamente e ofegando enquanto implorava: “Por favor, eu não posso respirar, por favor, cara”.

A morte de João Alberto provocou manifestações em vários locais do Brasil na tarde e na noite de 6ª feira (20.nov). Segundo o filho do presidente Jair Bolsonaro, “aqueles que creem que vale tudo pelo poder irão aderir a atos de vandalismo”.

Eis a publicação do deputado:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.