Velório de Maradona tem aglomeração, briga e ataques à polícia



Corpo do ex-craque do futebol está sendo velado na sede do governo federal argentino, em Buenos Aires.

Briga e aglomeração marcaram a abertura do velório do ex-craque do futebol argentino Diego Maradona, na manhã desta quinta-feira, 26. Um bloqueio da polícia organizado em frente à Casa Rosada, sede do governo federal, foi atacado por pessoas que gritavam palavras de ordem.

Objetos foram atirados na direção dos agentes. Além disso, grupos se desentenderam no momento de organizar a fila para iniciar a visita pública ao corpo de Maradona. Muitos não usavam máscaras. O governo espera a presença de um milhão de pessoas.

Hoje, a Argentina vive o isolamento social mais longo do mundo. O presidente peronista Alberto Fernández, defensor do lockdown, ainda não se pronunciou sobre o episódio. A oposição critica que não houve organização para o evento.

Conforme noticiou Oeste, Maradona estava em sua casa na periferia norte de Buenos Aires, na quarta-feira 25, quando se sentiu mal. Familiares e funcionários chamaram uma ambulância para socorrê-lo, mas ele morreu antes mesmo da chegada do veículo da emergência, por volta do meio-dia.

Revista Oeste


Participe do nosso grupo de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Leave a Reply

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.