Intrometido embaixador chinês, volta a provocar o governo do Brasil



O intrometido embaixador chinês Yang Wanming, que se intromete indevidamente nos assuntos internos, reagiu a uma nota de censura publicada pelo Itamaraty contra a sua fala de críticas ao deputado Eduardo Bolsonaro, na qual ameaça o Brasil. O Itamaraty divulgou nota contra a China. Chamou de “ofensiva” e “desrespeitosa” a resposta do país asiático ao deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, tudo porque o chinês ameaçou o governo e não apenas Eduardo.

 

No texto abaixo, ele cita uma passagem do filósofo Confúcio sobre respeito mútuo.

“Uma história sobre Confúcio: seu aluno perguntou-lhe como ele poderia ganhar o respeito dos outros.  Confúcio respondeu: se você quer ser respeitado pelos outros, primeiro você deve saber como respeitar os outros.  Não imponha aos outros o que você não queira”, escreveu Wanming no Twitter.

Os comunistas só citam Confúcio quando isto lhes convém, porque o desprezam.


Participe do nosso grupo de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Leave a Reply

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.