Atendimento à Covid-19 no Brasil é melhor do que em muitos países desenvolvidos



Os números já estão superados. As aglomerações e festas de fim de ano fizeram o Brasil entrar na segunda onda. Mesmo assim, este artigo de Cláudio Humberto não perdeu atualidade nem relevância, pois mostra uma realidade mais positiva da situação da Covid-19 no Brasil, que demonstra a extraordinária importância do SUS e da assistência pública de saúde, integrada por heróis e heroínas que se dedicam a atender as faixas mais carentes da população, 24 horas por dia e 365 dias ao ano.

HÁ OUTRA MANEIRA DE NOTICIAR A SITUAÇÃO DA COVID NO BRASIL
Claudio Humberto   /    Diário do Poder

Quando o Brasil superou a marca de 7 milhões de pessoas curadas da covid, esse número representava 97,24% do total de casos encerrados. Em relação a óbitos, jornais famosos, como o francês Le Monde, listam os países de acordo com a população e o Brasil aparece em 24º com 928 mortes a cada milhão de habitantes. Em situação pior, com 932 mortes por milhão, temos a Suíça, sem que ninguém fale em “caos na saúde” lá.


Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e saiba das notícias em primeira mão!

Proporcionalmente, Brasil tem menos óbitos que Argentina (964), México (994), França (1019), Espanha (1100), EUA (1109) e Reino Unido (1136).
Há ainda Peru (1142), Itália (1272) e Bélgica, que tem taxa de 1.707 mortes por milhão de habitantes; quase o dobro da média brasileira.

DIVULGAÇÃO SÉRIA – O Brasil, com 212 milhões de habitantes, tinha 705 mil casos ativos da covid. O Reino Unido (68 milhões de habitantes) tem o dobro: 1,4 milhão.

É assim que se faz uma divulgação séria, comparando dados estatísticos, sem o viez político, sem deturpar os fatos… Não é gerando o pânico na população que males podem ser resolvidos, fazendo com que uma boa parte pense que estamos em meio do caos e vira um “salve-se quem puder” e um “Deus nos acuda”…

Estamos agindo com consciência, salvando muito mais pacientes do que uma boa parte dos países ditos de primeiro mundo…

DENTRO DO RAZOÁVEL – Ninguém quer negar nada… Sabemos o quanto esse vírus é perigoso, mas temos sim agido dentro do razoável e obtendo resultados consideráveis, dentro dessa crise terrível de saúde pública, com implicações na vida de todos…

Vamos sair dessa com a admiração de boa parte do mundo, se Deus quiser!!!


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.