20 mil funcionários de bares e restaurantes podem ser demitidos em SP, diz Associação



O governador de São Paulo, João Doria, anunciou que o comércio não essencial deve fechar em todo o Estado a partir das 20h, entre 25 de janeiro e 7 de faveiro. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) estima que 20 mil postos de trabalho do setor podem ser fechados em razão da medida. A entidade avalia que, desde o começo da pandemia, mais de 50 mil estabelecimentos paulistas tenham encerrado suas atividades.

Percival Maricato, o presidente da Abrasel, é contra o fechamento. “Isso é um extermínio de bares e restaurantes”, afirmou. “Estão nos liquidando aos poucos. Não podemos pagar pelas aglomerações feitas pelas festas clandestinas”.


Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e saiba das notícias em primeira mão!

Um vídeo publicado pela entidade nas redes sociais lembra que, enquanto a classe política aglomerava eleitores em comícios, os bares e restaurantes estavam fechados.


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.