Bolsonaro entrega o 1º satélite brasileiro para monitorar o desmatamento na Amazônia



O “Amazônia 1”, primeiro satélite completamente brasileiro, será lançado na madrugada deste domingo (28) ao espaço. Desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em São José dos Campos, o equipamento foi levado para a Índia, onde será lançado. O satélite é o terceiro a formar o sistema Deter e vai auxiliar na observação e monitoramento do desmatamento na região amazônica.

O “Amazônia 1” – completamente projetado e operado no Brasil – iniciou há oito anos e teve investimento de R$ 400 milhões e o envolvimento de diversos pesquisadores.


Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e saiba das notícias em primeira mão!

O satélite tem quatro metros de comprimento e no espaço vai ficar a uma altitude de 752 quilômetros. Em órbita, ele vai tirar fotos em alta resolução de todo o território nacional e terá órbita com rota entre os polos norte e sul.

Do espaço, o equipamento vai enviar sinal para três estações de monitoramento no Brasil: Cuiabá (MT), Alcântara (MA) e Cachoeira Paulista (SP). Mas, todos os movimentos da máquina serão coordenados de uma outra estação, que fica no Inpe, em São José dos Campos.

O Inpe vai transmitir o lançamento, em cerimônia online, agendada para às 1H24, deste domingo. Embarcaram para acompanhar o envio do satélite o diretor do Inpe, Clézio de Nardin, e o Ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.

Jornal da Cidade


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.