A pedido de Dória, STF derruba liminar que permitia à cidade de São José dos Campos/SP ficar fora da fase vermelha.



Com a decisão do STF em relação a São José dos Campos de retornarem a fase vermelha mesmo contra a vontade do prefeito da cidade , ficou provado mais uma vez que quem manda no país são eles.

Após o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), atender ao pedido da prefeitura de São José dos Campos para voltar à Fase Laranja de restrições, o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP) e a Procuradoria-Geral do Estado (PGE-SP) recorreram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para obrigar o município a aderir à fase Vermelha do Plano São Paulo.



Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM e saiba das notícias em primeira mão!

Em seu decreto anunciado no último dia 03, o governador de São Paulo, João Doria, declarou que entraria com ações judiciais contra as cidades que quisessem amenizar suas medidas autoritária no MP do Estado.

Na decisão que autorizou São José dos Campos a voltar a fase laranja, o desembargador Jeferson Moreira de Carvalho, do TJ-SP, compreendeu que a ocupação de leitos para Covid-19 ainda não supera 75%, o que permitia que a cidade mantivesse medidas mais brandas.

A decisão favorável ao governo Doria foi analisada pelo presidente do STF, ministro Luiz Fux, que deu seu parecer favorável.

Fux reestabeleceu a plena eficácia do Decreto estadual 65.545/2021 de São Paulo, respondendo a dois pedidos de Suspensão de Liminar, o SL 1428 – feito pelo MPE-SP – e o SL 1429 – feito pela PGE-SP -.

Para o ministro, a determinação foi proporcional e razoável, por isso, a decisão do TJ-SP poderia representar um potencial risco de “violação à ordem público-administrativa, bem como à saúde pública, dada a real possibilidade que venha a desestruturar as medidas adotadas pelo Estado de São Paulo como forma de fazer frente a essa epidemia, em seu território.”

A adoção da Fase Vermelha por Doria foi alvo de crítica de muitos cidadãos e prefeitos.

Segundo os chefes dos executivos municipais, ao decretar a medida, o governo do estado não seguiu um combinado realizado com os gestores ao colocar todas as cidades.

O parecer de Fux limita agora ações judiciais de outros prefeitos de cidades paulistas.

De acordo com o decreto de Doria, todos os 645 municípios de São Paulo tiveram que aderir a restrições mais rígidas.

Com informações: Assessoria de Imprensa do STF.


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.