Seguro-Desemprego 2021 – Veja como solicitar e os valores atualizados. Confira!


Aumento de pedidos do Seguro-Desemprego e automatização do requerimento 

O aumento do volume de pedidos de seguro-desemprego no país é um reflexo da crise financeira causada pela pandemia causada pelo Coronavírus. Assim sendo, também há um aumento de dúvidas referentes ao funcionamento do seguro-desemprego.


Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e saiba das notícias em primeira mão!

O seguro-desemprego é um benefício pago pelo governo federal para o profissional demitido sem justa causa, regido pelo regime de contratação CLT. De maneira sucinta, o trabalhador precisa atender às seguintes regras:

Para a primeira solicitação do seguro-desemprego

Em relação aos últimos 18 meses, contando a partir da data de demissão, o requerente deve ter trabalhado ao menos 12 meses.

Regra para a segunda solicitação

A regra para a segunda solicitação do seguro-desemprego informa que, considerando os últimos 12 meses, o requerente deve ter atuado por pelo menos nove meses dentro do regime CLT.

A partir da terceira solicitação

Para as demais solicitações é necessário ter atuado por pelo menos seis meses anteriores à data de desligamento.

Existem outros grupos específicos que possuem outras regras definidas pelo governo. Porém, essas são as regras para a maior parte da população requerente.

Prazo para solicitar o benefício

A solicitação deve ocorrer entre 7 e 120 dias a partir da data do desligamento. O seguro-desemprego teve a sua solicitação automatizada, facilitando a vida do usuário e também dos profissionais de departamento pessoal.

Sendo assim, na atualidade é possível solicitar o seguro-desemprego através do aplicativo da carteira de trabalho digital e diretamente do site do governo federal.

Inclusive o serviço do Poupatempo criou um tutorial simplificando essa solicitação, você pode clicar aqui e assistir o vídeo. 

Além disso, as dúvidas referentes ao seguro-desemprego podem ser  esclarecidas pelo número 158. Essa é uma linha disponibilizada pelo governo e é gratuita para todo o país.

Cálculo atualizado do seguro-desemprego

O cálculo atualizado referente ao parcelamento do seguro-desemprego funciona conforme a tabela abaixo. No entanto, é importante que acompanhe os sites oficiais para verificar possíveis alterações.

 

Faixas de Salário Médio Valor da Parcela
Até R$ 1.683,74 Multiplica-se salário médio por 0.8 (80%)
De R$ 1.683,74 até R$ 2.806,53 O que exceder a R$ 1683,74 multiplicar por 0,5 (50%) e somar a R$ 1.347,00
Acima de R$ 2.806,53 O valor da parcela será de R$ 1.909,34

 

É possível solicitar o seguro-desemprego pela internet e acompanhar a sua solicitação. Além disso, é possível entrar com recurso caso o seguro-desemprego seja negado também pela internet.

Por isso, a automatização facilita os fluxos para o governo e para os usuários do seguro-desemprego. Sendo assim, é importante baixar o app da Carteira Digital e, em caso de dúvidas, utilizar o canal 158.


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.