Leilão da Cedae surpreende e arrecada mais de R$ 22 bilhões



O valor superou a expectativa de arrecadação inicial, que era de R$ 10,6 bilhões, em 114%. O bloco mais barato, que reúne bairros da Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro e seis municípios, não foi vendido.

No total, os três blocos licitados vão exigir investimentos de R$ 27 bilhões durante os 35 anos de contrato. Boa parte desse volume, cerca de R$ 25 bilhões, terá de ser aplicada na universalização dos serviços nos primeiros 12 anos de concessão, e R$ 12 bilhões nos primeiros cinco anos.


Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e saiba das notícias em primeira mão!

“A média anual de investimento nos próximos dez anos é 12 vezes maior que o volume anual investido pela Cedae nos últimos dez anos”, diz o chefe do Departamento de Desestatização e Estruturação de Projetos do BNDES, Guilherme Albuquerque.

O governador do Rio, Claudio Castro, destacou também que o Rio e a Cedae não tinham fôlego para fazer os investimentos necessários até 2033. “Isso seria punir a população. Investir em saneamento é investir em saúde.

“O leilão da Cedae é a prova de que estamos fazendo o dever de casa”, disse o governador, dirigindo-se ao presidente Jair Bolsonaro e o ministro de Economia, Paulo Guedes, entre outras autoridades presentes no certame na B3.

Castro destacou que serão criados 26 mil novos empregos e investidos R$ 30 bilhões nos próximos 35 anos, melhorando a qualidade dos serviços para a população. Segundo ele, 12 milhões serão beneficiadas com a privatização dos serviços.

O presidente Jair Bolsonaro acompanhou o leilão ao lado governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), e dos ministros da Economia, Paulo Guedes, do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho e da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos.

O presidente Jair Bolsonaro avaliou o leilão como um marco na história e economia do país.  “Esse é o momento que marca a nossa história, a nossa economia. O governo voltado para a liberdade de mercado, na confiança dos investidores e na crença que o Brasil pode ser diferente”, disse. Em seguida a sua fala, o presidente fez a tradicional batida de martelo que encerrou a cerimônia.

No total, os investimentos vão universalizar os serviços de água e esgoto para 12,8 milhões de pessoas – esse número representa mais de um terço do total de clientes atendidos pela iniciativa privada, que respondem por 7% dos municípios atendidos no país e 26,3% da população. Com o leilão da Cedae, esses números sobem para 7,6% e 34,3%, respectivamente.


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.