The Wall Street Journal reconhece forte crescimento da economia do Brasil. Ações do governo Bolsonaro garantiram recuperação rápida.



O auxílio emergencial e outros benefícios semelhantes, inclusive para empresas e empregados, aquecem a economia. São os maiores programas de distribuição de renda emitidos no mundo.

 


Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e saiba das notícias em primeira mão!

Esta reportagem do dia 1o, do The Wall Street Journal é assinada por Jeffrey T. Lewis e Samantha Pearson, que destacam logo de cara:

– A economia do Brasil retorna aos níveis pré-pandêmicos enquanto a Covid-19 ainda continua furiosa
– Maior economia da América Latina cresceu 1,2% no primeiro trimestre, impulsionada pelas exportações agrícolas

Leia tudo:

Os brasileiros estão enchendo shoppings e ruas como esta em São Paulo, enquanto o número de mortos diários da Covid-19 ainda é alto.

Nos dados divulgados terça-feira, a economia cresceu 1,2% em relação ao quarto trimestre, impulsionada pelas exportações agrícolas, levando a maior economia da América Latina de volta ao seu tamanho no final de 2019, antes do início da pandemia. Os economistas previam um crescimento de menos de 1%. O terceiro trimestre consecutivo de crescimento do Brasil foi impulsionado por um aumento de 5,7% no poderoso setor agrícola do país em relação aos três meses anteriores, bem como um aumento de 4,6% nos investimentos no mesmo período.

Outra razão pela qual a economia do Brasil se recuperou tão rapidamente é um dos maiores pacotes de estímulo do mundo. O governo brasileiro gastou o equivalente a 8,3% de sua produção econômica anual no ano passado em estímulos, a maior parte em doações de dinheiro a residentes de até US $ 233 por mês, de acordo com o Fundo Monetário Internacional.Isso ajudou a garantir que a economia do Brasil contraísse apenas 4,1% no ano passado, cerca de metade do tamanho da contração econômica em muitos dos vizinhos do Brasil.

O estímulo do Brasil foi o maior de qualquer grande mercado emergente, quase o dobro da porcentagem gasta pela China ou Índia e em comparação com apenas 0,7% do produto interno bruto do México, que viu sua economia contrair muito mais 8,3% no ano passado.

CLIQUE AQUI para ler tudo.


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.