Esquerda sai em defesa de assassino do Distrito Federal



O maníaco assassino que está aterrorizando o Distrito Federal há mais de uma semana já caiu nas graças da esquerda brasileira. O blogue de esquerda Brasil 247, na última quarta-feira (16), publicou um artigo comparando o Lázaro serial killer ao Lázaro leproso, descrito nas sagradas escrituras.

Lázaro Barbosa é o autor da chacina que acabou uma família inteira, na última semana, em Ceilândia (DF), baleou cinco pessoas, dentre eles dois policiais que atuavam nas buscas, invadiu chácaras, fez reféns e ateou fogo em uma casa. A PM informou que ele disparou 15 tiros contra policiais militares de Goiás, em Cocalzinho, durante a sua fuga.



Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM e saiba das notícias em primeira mão!

O dono de uma fazenda e o pai dele, que foram baleadas por Lázaro, em uma propriedade de Cocalzinho de Goiás, seguem internados em um hospital de Anápolis, a 55 km da capital. O suspeito, que possui uma extensa ficha criminal. De acordo com o Hospital de Urgências de Anápolis (Huana) o dono da fazenda, de 39 anos, está consciente e estável. Já o estado de saúde do pai dele, de 63, é gravíssimo, conforme informou a unidade de saúde às 6h deste sábado (19).

Os militantes, que chegaram a criar uma página em defesa de Lázaro Barbosa no Instagram, pedem que o assassino não seja morto.

“Hoje há tratamento para a moléstia e ninguém mais atribui a enfermidade a maquinações do capiroto. Mas há outras chagas a cobrir os corpos de novos lazarentos”, escreveu o blogue de esquerda.

Como se fosse justificativa para os crimes de Lázaro, o texto faz referência ao trágico passado do criminoso.

Também na Rede decadente Globo há quem defenda o bandido. Na edição de quinta-feira (17) do programa Encontro com Fátima Bernardes, o jornalista André Curvello e a especialista em segurança pública Ilana Casoy, criticaram uma eventual morte do assassino Lázaro Barbosa alegando “questões humanitárias”. Mas, será que esses mesmos tiveram coragem de defender as vítimas desse criminoso?

No debate a respeito do caso no programa lixo da Globo, André Curvello criticou o fato de as pessoas estarem torcendo para que Lázaro seja morto. Ilana Casoy concordou com a fala de Curvello.

“Muita gente torce por um destino fatal para ele. A gente não pode torcer por isso, até por questões humanitárias, até pela questão policial e de criminologia”, disse Curvello. E novamente, nunca se lembram das vítimas.

O que esperar de pessoas que defendem bandidos? De uma emissora que prega a inversão de valores?

A operação para prender o criminoso, que está chocando o país, mobiliza até o momento cerca de 400 policiais. O assassino segue em fuga e nos últimos dias cometeu uma série de assaltos a chácaras na região do Distrito Federal.

Confira a ficha (criminal) de Lázaro e alguns dos seus passos:

2007: Lázaro Barbosa foi preso em Barra dos Mendes, na Bahia, acusado de duplo homicídio. Secretaria de Segurança Pública diz que ele fugiu cerca de 10 dias após a prisão e é considerado foragido desde então.
2009: Criminoso foi preso no Complexo Penitenciário da Papuda (CPP), em Brasília, por suspeita de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.
2013: Laudo psicológico feito na Papuda descreve Lázaro como “psicopata imprevisível”, com comportamento agressivo, impulsivo, instabilidade emocional e falta de controle e equilíbrio.
Março de 2014: Prisão de Lázaro foi convertida para regime semiaberto.
2016: Ele fugiu da Papuda.
2018: Lázaro foi preso em Águas Lindas de Goiás, em cumprimento de três mandados de prisão por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo, roubo e estupro;
23 de julho de 2018: Lázaro fugiu de Águas Lindas de Goiás.
8 de abril de 2020: Ele invadiu uma chácara em Santo Antônio do Descoberto, em Goiás, e golpeou um idoso com um machado, sendo indiciado pelos crimes de roubo mediante restrição da liberdade das vítimas e emprego de arma branca e por tentativa de latrocínio.
26 de abril de 2021: Lázaro invadiu uma casa no Sol Nascente (DF), quando trancou pai e filho no quarto e levou a mulher para um matagal e a estuprou.
17 de maio de 2021: Ele fez uma família refém na mesma região, ameaçando os moradores com faca e arma de fogo. Nesse crime, ele mandou as pessoas ficarem nuas e, das 19h até meia-noite, prendeu os homens no quarto e as mulheres tiveram que cozinhar e servir um jantar para ele.


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.