Sérgio Moro anima defensores da Terceira Via, para as presidenciais de 2022



Depois dos protestos de 12 de setembro, contra o governo Bolsonaro, com destaque para a Avenida Paulista (estetoscópio da vez dos batimentos da política brasileira e suas contradições) duas evidências ficaram latentes para gregos e baianos. A primeira, o mais recente sinal do ditame de que “as esquerdas, no Brasil, só se unem na prisão”. A segunda, evidência delineada há tempo, nas pesquisas de opinião, que o ex-juiz condutor da Lava – Jato, Sérgio Moro, é nome essencial para estabelecer o confronto político e ético esperado, de fato, no surrado jogo entre o mandatário da vez, à “direita” (Jair Bolsonaro) e do ex à “es querda” (Lula). Mesmo com o apelo de alguns discursos e personagens dos atos em São Paulo (Ciro Gomes, Henrique Mandetta, João Dória Jr e Simone Tebet) – além do forte simbolismo dos bonecos do atual presidente e do ex, abraçados – restou o sentimento de que sem Moro a Terceira Via não decola.

Há um sopro de alento no ar, para oposicionistas de centro esquerda, e chances de endurecimento do embate, na perspectiva de alguns observadores e analistas dos atos, de parcos e desunidos integrantes das oposições, entre os prédios do MASP e da FIESP, semana passada: A notícia de que Moro – atualmente nos Estados Unidos onde mora e trabalha – virá ao País antes do final deste mês, para reunião com lideranças do Podemos, em Curitiba, quando deverá decidir sobre sua filiação partidária e candidatura em 2022. É o fio de esperança, com vistas ao futuro da via alternativa, nos próximos atos de rua, já convocados para 2 de outubro: a presença do ex-magistrado da Lava Jato – nome simbólico do combate a corruptos e corruptores, bandeira axial para as presidenciais que se aproximam. Ainda mais depois das descobertas de tantos malfeitos e tantos malfeitores enfronhados no governo do “mito”, postos à nu (a exemplo de Marconny Albernaz, na quarta-feira, 15) pela CPI da Covid 19 no Senado.



Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM e saiba das notícias em primeira mão!

Na mais recente passagem por Curitiba e Brasília, o ex-juiz disse a interlocutores (senador Álvaro Dias entre estes) que decidiria seu futuro político e filiação partidária no começo do mês que vêm. Falta pouco. E isso é que anima defensores da Terceira Via, para as presidenciais de 2022, cuja campanha Lula e Bolsonaro já estão quilômetros na frente, principalmente em regiões cruciais e decisivas, como o Nordeste.

Além disso, não pegou bem a constrangedora ausência de público – em contraste com excesso de candidatos, desencontros políticos e brigas, nas manifestações de 12 de setembro, em cima e em baixo dos vários palanques e nos grupos condutores dos atos – a ponto do atual presidente ironizar: “senti dó de meus adversários”, e do PT – PSOL puxar o coro: “fique em casa com Lula”. Tudo isso – e muito mais – cobra “das oposições” reflexão e conversa decisiva entre seus quadros internos e com Moro, antes do próximo encontro nas ruas no País. Depois do 12 de setembro, é praticamente senso comum que, sem o ex-juiz condutor da Lava Jato, com força moral para bater em Lula e Bolsonaro, o carro da terceira via não engrena. Moro seria o nome capaz de empolgar – com a bandeira de combate à corrupção e de reformas sérias e de verdade – e estabelecer o elo de engajamento de grandes faixas da população, em especial a “maioria silenciosa” de classe média, ausente dos protestos até aqui. A situação como está só serve ao atual dono do poder e ao ex. Ou não?

 

metropoles


NOVIDADE!Participe do nosso CANAL no TELEGRAM ou do nosso GRUPO de Whatsapp e receba notícias em primeira mão!

Notícias Recentes:


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.