5G é liberado para a cidade de São Paulo

A partir da próxima quinta-feira (4/8), as prestadoras que adquiriram a faixa de 3,5 GHz na licitação de 5G, realizada no ano passado, poderão ativar estações com a tecnologia de quinta geração na cidade de São Paulo. Nessa primeira fase, segundo as regras do Edital, seriam necessárias, no mínimo, 462 estações ativadas até o dia 29 de setembro. Até hoje (2), no entanto, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já havia recebido 1.378 pedidos de licenciamento na faixa de 3,5 GHz, quase o triplo do total de antenas que deverão ser instaladas no município neste ano.

De acordo com o cronograma estabelecido pelo Edital, as prestadoras devem observar os seguintes quantitativos de antenas 5G nos próximos anos:

Prazo

Antenas por habitantes

Quantidade de antenas no município de São Paulo

Setembro de 2022 1 ERB para cada 100 mil habitantes 154 estações por prestadora (mínimo de 462 antenas, considerando as três empresas que adquiriram lotes para operar em São Paulo no Leilão de 5G
Julho de 2023 1 ERB para cada 50 mil habitantes 308 estações por prestadora
Julho de 2024 1 ERB para cada 30 mil habitantes 514 estações por prestadora
Julho de 2025 1 ERB para cada 10 mil habitantes 1.540 estações por prestadora

O número de pedidos de licenciamento de estações para a ativação do 5G standalone na cidade de São Paulo já representa cerca de 30% do total de estações atualmente ativas (4.592), o que permitiu ao Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi) estimar a cobertura em 25% da área urbana de São Paulo, uma vez que a propagação na faixa do 3,5 GHz é menor.

A maior concentração de antenas no está no Centro Histórico, na região da Avenida Paulista e no Itaim Bibi. Já os bairros da Aclimação, da Mooca e do Brás, por exemplo, terão cobertura menor no início do processo.

A decisão de aprovar a antecipação da liberação do uso da faixa de radiofrequências de 3.300 MHz a 3.700 MHz, mais conhecida como faixa de 3,5 GHz, foi tomada nesta terça-feira (2/8), durante a 4ª Reunião Extraordinária do Gaispi.

Desde a última quarta-feira (27/7), quando o Grupo realizou sua 3ª Reunião Extraordinária e aprovou o início antecipado das operações 5G em Belo Horizonte/MG, João Pessoa/PB e Porto Alegre/RS, a limpeza do espectro, realizada pela Entidade Administradora da Faixa de 3,5 GHz (EAF), foi acelerada no município de São Paulo.

Foram instalados equipamentos para evitar interferências em 226 estações do Serviço Fixo por Satélite (FSS) e realizados testes para confirmar a operação livre de interferências.

Usuários de parabólicas

Quem recebe as transmissões da TV Aberta pela antena parabólica precisa adaptar o equipamento. Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que recebem sinal da TV aberta por parabólica podem solicitar o kit gratuito para a adaptação do equipamento à Siga Antenado, nome fantasia da EAF.

É fundamental que seja realizado agendamento para a instalação dos novos equipamentos. Mais informações estão disponíveis no site da Siga Antenado.

(Imagem: Band UOL)

LEIA MAIS:

Eduardo Bolsonaro diz que disputa entre seu pai e Lula está empatada

Lula chama Bolsonaro de “troglodita” e diz que o presidente vai levar surra nas urnas

O que saber sobre o confronto Bolsonaro-Lula no Brasil

Entenda como funcionará o Auxílio de R$720 prometido por Bolsonaro em agosto

Bolsonaro se encontra com irmão de petista morto e se desculpa por declaração

Avalie post