Após ataques contra Bolsonaro, anunciante decide colocar Ivete Sangalo na “geladeira”

Após ataques proferidos contra o presidente Jair Bolsonaro, a cantora Ivete Sangalo está sendo colocada na “geladeira” pela rede de supermercados Guanabara, que achou melhor desassociar – pelo menos por enquanto – a imagem da empresa com a da cantora.

A decisão do supermercado foi motivada por conta da repercussão negativa de uma gravação que a artista aparece incitando o público a entoar gritos contra o Chefe de Estado.

Ivete, que há muito tempo vinha sendo taxada de “isentona”, resolveu finalmente externar o seu lado e mostrou que está contra o atual governo, assim como outros vários artistas.

O episódio ocorreu em 29 de dezembro do ano passado. No ensejo, a artista dançou com os fãs, gritando “Hey, Bolsonaro, vai tomar no c*”. A cantora conclamou a plateia a gritar mais alto.

“Não ouvi, tá baixinho. [Ele] Vai acabar escutando de tão alto que foi”, afirmou ela, enquanto era aplaudida pelos fãs.

Vale recordar também que, pouco tempo depois do vídeo começar a repercutir, internautas apoiadores do presidente subiram hashtags repudiando o gesto da cantora, fazendo com que a campanha #IveteVaiTomarNoCool fosse parar entre os assuntos mais mencionados do Twitter no Brasil.

Avalie post