Augusto Nunes corajoso: delegada Denisse e ministro Barroso deveriam pedir desculpas ao presidente

Nesta quarta-feira, dia 9 de fevereiro, o caderno de política do News Atual, traz matéria sobre o jornalista Augusto Nunes que não mediu palavras, para detonar Alexandre de Moraes, Barroso e a delegada Denisse. Vale lembrar que o trio fez de tudo para incriminar Bolsonaro no caso do “vazamento de dados da PF” sobre a invasão hacker no TSE.

Primeiramente o STF e a delegada foram desmoralizados após a polícia federal concluir que não houve vazamento de dados. O jornalista Augusto Nunes disse que o Tenente Coronel Augusto, o deputado Felipe Barros e o presidente Bolsonaro, foram acusados injustamente sem nenhuma base legal, de terem cometido uma ilegalidade.

Augusto Nunes diz que relatório da delegada Denisse deve ser jogado direto na lata do lixo
O jornalista Augusto Nunes da Jovem Pan disse que se os acusadores tiverem um mínimo de dignidade eles devem pedir desculpas ao presidente Bolsonaro, deputado Felipe Barros e ao tenente-coronel Augusto, que teve inclusive sigilos quebrados por determinação da delegada Denisse.

“O relatório da delegada Denisse Ribeiro deve ser atirado ao lixo. É evidente que ela é uma inimiga do presidente Jair Bolsonaro e de quem o cerca.” disparou Augusto. E Continuou “A delegada quebrou o sigilo telefônico do tenente, quebra total que atingiu troca de mensagens. Ela está sob suspeita e deve ser investigada pela polícia federal. Caso de polícia é a delegada Denisse Ribeiro. E o ministro Alexandre de Moraes, por perseguir o presidente, também deve ser declarado sob suspeição.” afirmou Augusto Nunes.

Em conclusão, segundo o jornalista, se não tomarem atitudes contra Alexandre de Moraes e a delegada Denisse o Supremo dará mais um passo largo em direção ao penhasco da desmoralização total.

Avalie post