sábado, novembro 28

Autor: Rafael Brunetti

Editor-chefe do Imprensa Brasil. Brasileiro com muito orgulho, defensor da família e da vida e a favor da democracia e liberdade de expressão acima de tudo.
Luciana Gimenez defende Jair Bolsonaro: ‘Nunca o vi desrespeitar homossexuais

Luciana Gimenez defende Jair Bolsonaro: ‘Nunca o vi desrespeitar homossexuais

Últimas notícias
Luciana Gimenez, apresentadora do ‘SuperPop’, na RedeTV, fez uma declaração em forma de apoio ao seu amigo e presidente Jair Bolsonaro. A ex-mulher de Marcelo de Carvalho disse que ele não é homofóbico. “Não tenho conhecimento suficiente para falar de política, mas, na minha frente, nunca o vi desrespeitar homossexuais” manifestou Luciana em entrevista à revista Veja. Figurinha assídua no programa de Gimenez antes de adentrar na presidência, Bolsonaro já manifestou ser descontente aos relacionamentos de membros da comunidade LGBTQIA+. Em uma de suas frases mais polêmicas e preconceituosas, Jair disse “preferia um filho viciado [em drogas] do que um filho gay”.E mais recentemente, o presidente fez uma declaração recheada de homofobia ao brincar com uma marca de refrigerante maranhe...
Moraes intima PGR para que se manifeste sobre desistência de Bolsonaro de prestar depoimento

Moraes intima PGR para que se manifeste sobre desistência de Bolsonaro de prestar depoimento

Últimas notícias
O ministro Alexandre de Moraes é o relator do inquérito em que o presidente é investigado por suposta tentativa de interferência política na Polícia Federal. O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), intimou o procurador-geral da República, Augusto Aras, para que se manifeste, no prazo de cinco dias, a respeito da necessidade do depoimento do presidente da República, Jair Bolsonaro, para esclarecimento de fatos investigados no Inquérito (INQ) 4831. No despacho, considerando a necessidade de prosseguimento das investigações, Moraes prorrogou por mais 60 dias o inquérito, em que Bolsonaro é investigado por suposta tentativa de interferência política na Polícia Federal. O presidente, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU), informou ao relator do inquérito qu...
Adélio chama Bolsonaro de impostor e diz não se arrepender de atentado contra Presidente

Adélio chama Bolsonaro de impostor e diz não se arrepender de atentado contra Presidente

Últimas notícias
Nesta sexta-feira (27), o nome de Adélio Bispo, responsável pelo atentado contra o presidente Jair Bolsonaro, voltou a ser destaque nas redes sociais. O motivo foi um vídeo, obtido pela revista Veja, mostrando o depoimento de Adélio sobre o crime à Polícia Federal (PF). Na gravação, ele afirma ter atacado o então candidato por considerar Bolsonaro um impostor, disse que o atentado ocorreu por “ordem” de Deus e disse ainda não se arrepender do episódio. O vídeo traz Adélio Bispo sentado em uma cadeira respondendo a perguntas. Edisse ter tido duas motivações para atacar Bolsonaro, uma política e a outra religiosa. Então disse considerar “Bolsonaro um impostor”. Ao ser questionado sobre o motivo de pensar dessa maneira, Adélio explicou que o presidente tentou se passar por um “homem de Deu...
PTB pede que STF decida sobre reeleição de Maia e Alcolumbre de forma aberta: ‘Trata, na realidade, sobre o fato de o Brasil ter ou não uma Constituição’

PTB pede que STF decida sobre reeleição de Maia e Alcolumbre de forma aberta: ‘Trata, na realidade, sobre o fato de o Brasil ter ou não uma Constituição’

Política
O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) entrou com um pedido de destaque para que a ADI que questiona a possibilidade de reeleição dos presidentes das Casas Legislativas seja decidida em uma sessão do Plenário do Supremo Tribunal Federal, realizada por videoconferência, e não através do sistema virtual. A ação foi incluída em pauta pelo ministro Gilmar Mendes, e a velha imprensa vem informando que já haveria um consenso entre ministros para permitir a reeleição, de forma contrária ao texto constitucional. Na peça, o PTB afirma: “entende-se não ser cabível julgar tema de tamanha envergadura, que poderá impactar o desenho do Estado brasileiro e permitir que normas escritas tenham o seu significado explícito deturpado, em Sessão Virtual”. A petição explica ainda: “a toda evidência, o p...
Lewandowski exige plano de vacinação para uma vacina SEM aprovação

Lewandowski exige plano de vacinação para uma vacina SEM aprovação

Últimas notícias
Lewandowski quer que o governo apresente cronograma de vacinação, mesmo ainda sem vacina. O STF promove a instabilidade jurídica no Brasil pondo o dedo em esferas que não é de sua responsabilidade. O ministro só “esqueceu” de pontuar que ainda não há vacina aprovada. LEIA MAIS: Sementes que vieram misteriosamente da China são pragas inexistentes no Brasil, revela estudo Assim, como diz o jornalista e comentarista político, Guilherme Fiúza, não dá pra levar a sério o STF. A incompetência dos membros do STF é assustadora! Como o Governo pode ter um cronograma para vacinação se as vacinas ainda não estão disponíveis?!
Alcolumbre libera R$ 200 mil dos cofres públicos para diretora do Senado fazer doutorado

Alcolumbre libera R$ 200 mil dos cofres públicos para diretora do Senado fazer doutorado

Política
O presidente do Senado Davi Alcolumbre autorizou desembolso de R$ 200 mil do orçamento do Senado (dinheiro público) para pagar um curso de doutorado na FGV para a diretora-geral da Casa Ilana Trombka. A informação foi revelada pelo site Metrópoles. A despesa poderá ser ainda maior, uma vez que também foram autorizados gastos com passagens aéreas para São Paulo, diárias e seguro saúde durante os dois anos do curso, entre 2021 e 2022. Nesse período, a servidora continuará a receber o salário bruto de R$ 44.600,00 e deve manter as atividades no órgão. O doutorado começa no ano que vem. Ao ser questionado, o Senado Federal emitiu nota dizendo que aulas de aperfeiçoamento se justificam porque “são essenciais para a gestão e administração do Senado e compatíveis com a função desempenhada ...
DPVAT pode ser gratuito a partir de 1° de janeiro de 2021

DPVAT pode ser gratuito a partir de 1° de janeiro de 2021

Últimas notícias
A partir de 1° de janeiro de 2021 o governo federal ficará responsável pela administração do DPVAT. Uma medida provisória assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, quase terminou com a extinção do seguro obrigatório DPVAT no final de 2019. No entanto, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a determinação e o seguro voltou a valer. Em seguida, a Seguradora Líder, responsável pela administração do DPVAT, foi intimada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) a ressarcir um valor de R$2,2 bilhões. O montante é referente a despesas irregulares pagas com recursos públicos. Outra decisão judicial condenou a Líder por erro nas tarifas cobradas. A seguradora teve que restituir os valores excedentes para milhares de brasileiros. Na última terça-feira (24), ...
Supremo já tem maioria para liberar reeleição de Maia e de Alcolumbre, diz site

Supremo já tem maioria para liberar reeleição de Maia e de Alcolumbre, diz site

Política
Já há 7 votos a favor da liberação. O STF (Supremo Tribunal Federal) já tem maioria formada entre seus 11 ministros para liberar ao Congresso a decisão de reeleger Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidentes da Câmara e do Senado, respectivamente. O Poder360 apurou que há, pelo menos, 7 votos seguros a favor da tese de que pode haver a reeleição na disputa marcada para a 1ª semana de fevereiro de 2021. O número de apoios pode chegar a 9 quando o STF julgar o caso, na semana que vem, em 4 de dezembro de 2020. Os mandatos de presidentes da Câmara e do Senado são de 2 anos. Neste momento, o entendimento seguido pelo Congresso é o de que a reeleição só pode ser permitida se for de uma Legislatura para a outra. Legislatura é o período de 4 anos entre uma eleição gera...
Sementes que vieram misteriosamente da China são pragas inexistentes no Brasil, revela estudo

Sementes que vieram misteriosamente da China são pragas inexistentes no Brasil, revela estudo

Mundo
Um estudo feito pelo Ministério da Agricultura (MAPA) revelou que as sementes chinesas enviadas ao Brasil são de espécies que não existem em nosso país, entre elas, ervas daninhas. Desse tipo de planta, os técnicos do governo identificaram a Myosoton aquaticum, praga que afeta campos de trigos na China; e a Descurainia sophia, responsável por causar danos às plantações dos EUA, do Canadá, do México, do Japão e de vários países. De acordo com a pasta, 47% das amostras analisadas — algumas com fungos — até o momento representam “risco fitossanitário” à agricultura brasileira. O material tem chegado com remetente da China a destinatários de pessoas que nunca solicitaram as encomendas, conforme noticiou Oeste. Por outro lado, o Partido Comunista afirma desconhecer o evento e alega ser vítim...
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.