Desembargadora de SP desbloqueia R$ 29,4 milhões em bens de João Doria

A desembargadora Ana Liarte, do TJ de São Paulo, liberou os R$ 29,4 milhões do governador João Doria que haviam sido bloqueados em primeira instância numa ação de improbidade. Em despacho desta manhã, a desembargadora disse que os indícios apresentados na ação “não são suficientes para a comprovação da probabilidade do direito”.

Doria é acusado de improbidade por autopromoção com verba pública quando era prefeito de São Paulo e pretendia se candidatar a governador. Segundo a ação do MP-SP, Doria gastou, entre novembro de 2017 e abril de 2018, R$ 29,4 milhões com propaganda de uma ação de recapeamento das ruas da capital paulista, o que representaria 21% de tudo o que foi gasto com o programa da prefeitura.

O juiz Randolfo Ferraz de Campos, da 14ª Vara de Fazenda, viu indícios de que os gastos com publicidade indicam autopromoção pessoal com dinheiro público e mandou bloquear a quantia.

Avalie post