ELEIÇÃO EUA: Trump consegue vitória em tribunal da Pensilvânia

Um tribunal da Pensilvânia entendeu, na quinta-feira 12, que as autoridades locais não tinham o direito de alterar o prazo para recebimento de cédulas eleitorais pelo correio. A secretária democrata de Estado, Kathy Boockvar, permitiu a contabilização dos votos que chegaram até 12 de novembro.

Contudo, a lei estabelece que o prazo final é o dia 9. Dessa forma, a juíza Mary Hannah Leavitt determinou a anulação do excedente — ainda não se sabe o número exato de cédulas. A Pensilvânia é o fiel da balança para definir o presidente dos Estados Unidos, porque tem 20 delegados no Colégio Eleitoral. O candidato democrata Joe Biden foi declarado vencedor pela grande mídia. O presidente Donald Trump, porém, garante que houve fraude na eleição.
(AS INFORMAÇÕES SÃO DA OESTE)

Avalie post