Governo retira presos de lista de vacinação prioritária contra Covid-19

O Ministério da Saúde retirou os presos da lista de grupos prioritários para receber a vacina contra a Covid-19. A população carcerária estava prevista para entrar na quarta fase. A informação é do blog do Lauro Jardim. Em um primeiro momento, no entanto, devem ser vacinados trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena.

Leia mais: Maia: governo está desesperado para tomar conta da presidência da Câmara

Além disso, na sequência, pessoas de 60 a 74 anos e na terceira fase, pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença (como portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares). Na quarta fase, além dos detentos, estão professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional.

Avalie post