Governo Sueco faz alerta contra a ameaça do ra­di­ca­lismo Is­lâ­mico

O go­verno da Suécia alertou que todas as forças que de­sa­fiam a de­mo­cracia, a igual­dade e a li­ber­dade de ex­pressão devem ser com­ba­tidas. Em en­tre­vista re­cente a um jornal local, o mi­nistro sueco do In­te­rior, Mi­kael Dam­berg, de­clarou: “Hoje, as forças is­lâ­micas que re­correm à vi­o­lência são uma das mai­ores ame­aças à Eu­ropa. O Es­tado sueco não pode ser neutro quando as pes­soas querem mudar nossa de­mo­cracia”.

Dam­berg acres­centou: “A cons­ti­tuição sueca não é neutra, é de­mo­crá­tica. Se não de­fen­dermos a li­ber­dade de ex­pressão e a igual­dade que temos em nosso país, essas forças não po­derão ser neu­tra­li­zadas e com­ba­tidas”.

A po­lícia sueca de­cidiu ini­ciar nesta se­mana um “evento es­pe­cial na­ci­onal” para poder agir ra­pi­da­mente no caso de um pos­sível ataque ter­ro­rista. A mo­vi­men­tação do go­verno sueco acon­tece de­pois dos ata­ques ter­ro­ristas re­centes na França e na Áus­tria. As in­for­ma­ções são do portal Re­nova Mídia.

Avalie post