Inconformado com resposta da PF, Randolfe “surta” e agora vai tentar investida absurda

Descontente – ou mesmo inconformado – com a resposta da Polícia Federal (PF), que apresentou relatório confirmando que o presidente Jair Bolsonaro não prevaricou no caso de ‘suposta tentativa de corrupção’ na compra da vacina indiana Covaxin (que nunca foi realizada), o senador ‘DPVAT’ Randolfe Rodrigues (Rede-AP) resolveu que tem que convocar tanto o diretor geral da própria PF, como também – olhem só – o ministro da Justiça.

“Não bastasse desmoralizar as instituições, agora Bolsonaro esculhamba a Polícia Federal. Precisamos tirar esse MALOQUEIRO da Presidência esse ano! Vamos pedir a convocação do Ministro da Justiça e do diretor da PF p/ prestar esclarecimentos no Senado”, escreveu Randolfe em suas redes sociais, repercutindo a notícia.

Segundo informações do G1, Randolfe e os demais senadores do chamado ‘Observatório da Pandemia querem, ainda na primeira semana de trabalhos, realizar a votação para que o ministro Anderson Torres e o diretor da PF Paulo Maiurino sejam obrigados (por isso a convocação e não o convite) a ‘explicar o relatório’ enviado ao Supremo Tribunal Federal.

A votação do requerimento deve ocorrer na Comissão de Direitos Humanos, local considerado adequado para as intenções do ‘estridente’ senador amapaense, levando-se em conta que a maioria dos membros são parlamentares independentes e, claro, de partidos de oposição!

Conveniências à parte, será que alguém pode explicar ao ‘DPVAT’ que para tudo tem um limite?

Avalie post