O gosto amargo da lacração: Ivete Sangalo continua colhendo os frutos, confira

Nesta quarta-feira, dia 2 de fevereiro, o News atual traz mais uma matéria sobre a cantora Ivete Sangalo. Vale lembrar que a artista viu um “furacão” cair sobre sua cabeça, após a lacração contra o presidente Bolsonaro, durante um de seus shows. Ivete incentivou os militantes esquerdistas da plateia a ofender o Chefe do executivo.

O episódio fez Ivete Sangalo receber uma chuva de críticas de todos os setores da sociedade. Por conseguinte, um de seus patrocinadores, a Rede de Supermercados Guanabara, resolveu deixar a cantora na “geladeira’. Por conta do apelo negativo que Ivete traz para a marca, os Supermercados Guanabara, por enquanto, não pensam em estampá-la em nenhuma mídia.

 

Supermercados Guanabara já investiu R$ 13 milhões em uma única campanha para Ivete Sangalo

A Rede de Supermercados teme que se continuar com as campanhas publicitárias com Ivete Sangalo, poderá ser um erro fatal para a companhia. Por isso, de acordo com apuração do News Atual, a estratégia no momento é aguardar um tempo antes de qualquer decisão precipitada.

 

A decisão de deixar Ivete na “geladeira” é bem diferente do que ocorreu no ano de 2013, quando a companhia investiu em uma única campanha de aniversário com a cantora o equivalente a R$ 13 milhões. Contudo, hoje, a direção resolveu repensar o seu plano de Marketing e evitar que a lacração cause o mesmo desgaste que sofreram o Bradesco e a Heineken, o ano passado, quando contrariaram os clientes com militância e perderam muito dinheiro.

Avalie post