PF conclui inquérito e diz que Homem de 25 anos pre­tendia con­cre­tizar aten­tado contra Bol­so­naro

Na úl­tima quarta-feira (11 de no­vembro), a Po­lícia Fe­deral con­cluiu o inqué­rito que aponta que um homem de 25 anos pla­ne­java atacar o pre­si­dente Jair Bol­so­naro em 2019. O crime de aten­tado contra a li­ber­dade pes­soal do pre­si­dente da Re­pú­blica teria sido en­gen­drado por um fun­ci­o­nário de uma em­presa de lim­peza que tra­ba­lhava dentro da Es­cola de Sar­gentos de Três Co­ra­ções (MG). Se­gundo a PF, o homem, in­di­ciado com base no ar­tigo 28 da Lei de Se­gu­rança Na­ci­onal, pre­tendia con­cre­tizar o ato du­rante a vi­sita do po­lí­tico à ce­rimônia de di­plo­mação de mi­li­tares em se­tembro do ano pas­sado.

Na vés­pera da che­gada de Bol­so­naro, o acu­sado postou di­versas men­sa­gens nas redes so­ciais anun­ci­ando o ataque. Em uma delas, postou um vídeo com um es­toque (que é um ob­jeto para per­furar, se­me­lhante a uma faca im­pro­vi­sada) feito com uma es­cova de dentes para con­se­guir passar pelo de­tector de me­tais. As in­for­ma­ções são da Re­vista Oeste.

Avalie post