Polícia Federal cumpre mandados de prisão por desvio de verbas do Fundeb e FNDE em creche do Rio

 

Mandados de prisão preventiva foram expedidos pela 1ª Vara Criminal do Rio de Janeiro e executados Pela Polícia Federal na manhã de hoje, 28, em uma creche localizada na Rocinha.

De acordo com a Polícia Federal (PF), as investigações tiveram inicio a partir de informações repassadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), onde segundo o órgão em 2021 constou desvio de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Segundo informações, a responsável pela unidade escolar teria movimentado uma grande quantia equivalente a R$ 6,2 milhões de uma forma no mínimo suspeita, entre os anos de 2018 e 2021. Parte desses recursos são dos programas federais de apoio à educação.

Foi constatado pela Polícia Federal que a acusada, no caso a diretora da creche, era a principal beneficiária do esquema de transferências bancárias e mais ainda, teria um cumplice que seria seu companheiro. De acordo com a PF, o dinheiro era usado para viagens de lazer e compras de bebidas alcóolicas, cigarros e perfume importados, que não são usados em uma creche.

As investigações ainda continuam, pois existe a suspeita de que documentos falsos estariam sendo usados para forjar o número de crianças atendidas pela unidade de educação e, assim, garantir o repasse de um maior volume de verbas públicas.

Vale ressaltar que creche é privada e tem convênio com a prefeitura do Rio de Janeiro. A Polícia Federal informou que a Secretaria Municipal de Educação apoiou as investigações.

IMAGENS: (BOL)

LEIA MAIS:

Pesquisa aponta que cartão de crédito é o principal responsável por inadimplência bater novo recorde no Brasil

O Tribunal Federal Regional da 3ª Região decide que Neymar não pode ser preso por sonegação

Bolsonaro confirma Auxílio de R$600 para 2023

“Vice não pode conspirar contra”, afirma Bolsonaro ao apresentar o general Braga Netto (PL), como vice-presidente

Eleições 2022: Lula tem 52% da preferência dos jovens, e empata com Bolsonaro entre mais velhos

Avalie post