Políticos aliados ao presidente Bolsonaro reativam ação para criar o Aliança pelo Brasil

Políticos aliados ao presidente Jair Bolsonaro participaram do primeiro turno das eleições 2020 por partidos como Republicanos, Patriota, PRTB, PSL e PTB. Para o próximo pleito — a ser realizado em 2022 — a ideia é reunir todos em uma só agremiação partidária. Para isso, um grupo organiza ação em prol da criação da legenda Aliança pelo Partido.

LEIA MAIS: Bolsonaro diz que sistema eleitoral eletrônico não é confiável, dá margem a fraudes e exige mudanças

Como para atender parte das normas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para se criar um partido político no Brasil é preciso colher determinado volume de assinaturas, membros do Aliança pelo Brasil prometem ir às ruas no próximo sábado, 21. “Nossos voluntários estarão em diversos pontos de atendimentos espalhados pelo Brasil esperando o seu apoiamento”, informa a equipe do movimento por meio de postagem no Instagram. Até o momento, os locais exatos não foram divulgados.

Advogada de Bolsonaro em ação no TSE, Karina Kufa é uma das divulgadoras do evento em favor do Aliança pelo Brasil. Deputado federal pelo PSL do Rio de Janeiro, Carlos Jordy também promoveu a ação em favor do movimento.

“Se não construirmos o Aliança Pelo Brasil ou pegarmos um dos partidos existentes com o máximo de urgência possível, essa falta de identidade que pulveriza os votos dos conservadores continuará enfraquecendo as bases e permitindo o ressurgimento da esquerda”, publicou o parlamentar em seu perfil no Twitter na segunda-feira, 16. “Missão para ontem!”, enfatizou Jordy.

Avalie post