Premonição ou Aviso? Barroso diz que Bolsonaro terá que aceitar o resultado se perder eleição

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, disse que o presidente Jair Bolsonaro será obrigado a aceitar uma eventual derrota nas eleições de outubro. Ele deu declarações durante entrevista concedida ao jornalista Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

“Se ele [Bolsonaro] ganhar, os que perderem têm de respeitar a vitória dele. Se ele perder, derrotados têm de respeitar a vitória dos vencedores. A democracia significa que quem perde hoje pode tentar ganhar amanhã e quem ganha hoje pode perder amanhã. Portanto, essa história de que, se perder, houve fraude não combina com democracia”, declarou.

Barroso falou ainda que não se deixa afetar pelas críticas que recebeu por parte do chefe do Executivo.

“Há pessoas que são desencontradas espiritualmente. Como regra geral, eu não dou a elas o poder de mudar minha natureza”, disse.

TSE pode bloquear Telegram se ‘alguém’ provocar

Já em relação a um possível bloqueio do Telegram, Barroso afirmou que o TSE só agirá contra o aplicativo se for provocado.

No próximo dia 22, Barroso passará o comando do TSE para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin.

Avalie post