Presidente Donald Trump apresenta evidências de fraudes e acusa líderes dos Democratas de crimes

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou um longo discurso em que apresenta uma série de evidências de fraudes eleitorais e explica a necessidade de se realizar uma auditoria séria das eleições e rever o sistema eleitoral para que os americanos possam voltar a confiar em suas eleições.

Trump iniciou dizendo: “Este pode ser o discurso mais importante que eu já fiz”. O presidente apontou que, a pretexto de enfrentar a pandemia, os líderes do partido Democrata promoveram uma série de mudanças nas regras eleitorais, para permitir, em especial, o uso indiscriminado de votos pelo correio, e posteriormente para aceitar esses votos também de forma indiscriminada.

Trump disse: “Costumávamos ter o dia da eleição. Agora temos dia, semana, mês da eleição, e muitas coisas ruins aconteceram durante esse ridículo período de tempo, especialmente quando você não precisa provar quase nada para exercer nosso maior privilégio: o direito ao voto. Como presidente, minha missão mais elevada é defender as leis e a Constituição dos EUA. É por isso que estou determinado a proteger nosso sistema eleitoral, que está agora sofrendo um ataque coordenado”.

O presidente dos Estados Unidos lembrou que, por meses, o povo foi avisado que os resultados dessa eleição poderiam levar semanas ou meses. Trump apontou ainda que seu oponente, Joe Biden, foi orientado a ficar distante do processo, sem fazer campanha. Trump disse: “Eles estavam agindo como se já soubessem qual seria o resultado. E talvez soubessem. O que é muito triste para o nosso país. Foi tudo muito, muito estranho”. Na sequência, os mesmos agentes agiram de forma coordenada para tentar declarar um vencedor, antes mesmo que a contagem estivesse terminada.

Trump apontou que os Democratas promoveram fraudes em uma escala nunca vista antes, e que isso faz parte de um esforço que já dura 4 anos, de reverter o resultado da eleição de 2016 para retomar o poder. Após apresentar uma longa série de exemplos de fraudes, Trump defendeu uma profunda investigação e afirmou: “se não extirparmos a fraude, a tremenda e horrível fraude que ocorreu na nossa eleição, não teremos mais um país. Com a determinação e o apoio do povo americano, vamos restaurar a integridade e a honestidade das nossas eleições. Vamos restaurar a confiança no nosso sistema de governo”.

Avalie post