Rússia começa a vacinar os trabalhadores mais expostos ao novo coronavírus

A capital russa, Moscou, começou a vacinar os trabalhadores mais expostos ao novo coronavírus em centros de vacinação instalados por toda a cidade. A ação teve início na manhã deste sábado (5). Ao todo, setenta centros de vacinação foram abertos na cidade, com serviço inicialmente destinado a assistentes sociais, prestadores de serviços médicos e professores.

“Os cidadãos dos principais grupos de risco que, devido às suas atividades profissionais estão em contaco com muita gente, podem ser vacinados”, afirmaram as autoridades russas.

Neste sábado, as autoridades de saúde disseram que durante esta primeira fase de vacinação em Moscou, a vacina não seria aplicada em trabalhadores com mais de 60 anos, pessoas com doenças crônicas, mulheres grávidas ou lactantes. Os órgãos de saúde ainda não indicaram quando o tratamento estará disponível para o público em geral.

Segundo eles, a vacina será mais barata e mais fácil de armazenar e transportar do que outras que estão sendo desenvolvidas no mundo. Para os russos, será gratuita e administrada de forma voluntária.

Avalie post