SEM PROVAS: Inquérito em que Moro acusa Bolsonaro de interferir na PF deve ser arquivado

Sérgio Moro, colunista da Crusoé, não conseguiu provar a interferência que denunciou.

O que ficou provado foi a tentativa dele de implodir o governo em plena pandemia.

Há um consenso na corporação que o inquérito será arquivado.

O que abriria o caminho para Bolsonaro, enfim, nomear Alexandre Ramagem, hoje na Abin, para o comando da PF.

 

 

 

 

Avalie post